Nos 100 Anos da Aviação Naval, 22-8-2017

Em cadete, estagiei durante 1 mês em S. Jacinto, tendo chegado a descolar, voar e aterrar em Tiger Moss.

Com 2º ten concorri à aviação naval, mas não fui admitido por deficiência auditiva.

Indignado com o pretendido fim, por entender que a Armada precisava de meios aéreos, ainda fui, com outros camaradas, assistir ao debate na Assembleia, na vã esperança de que a nossa presença demovesse tal decisão.

E, ao iniciar o processo de renovação dos meios navais, que veio a ser concretizado com as MEKO, indiquei como imperativo a existência de helicóptero nas fragatas, tendo, inclusivamente, visitado a Westlland para ver e experimentar os Sea Linx. E voei num deles da fábrica até Londres, sendo-me concedido que, durante algum tempo do voo, o experimentasse, conduzindo-o e manobrando-o.

Algumas fotos da minha passagem por S. Jacinto e cópia da capa do manual do Linx que me ofereceram.

 


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s