Os cortes nas pensões de quem tem 40 anos de contribuições, 28-6-2017

Lê-se no JN online que Governo (Ministro?) informou os parceiros sociais que o fim dos cortes nas pensões a todas as pessoas que têm 60 anos de idade e 40 de carreira contributiva custaria 357 milhões de euros em 2018 e o dobro (730,7 milhões de euros) em 2019. Mais de mil milhões em dois anos e que por isso seria necessário aumentar TSU.

Pura demagogia.

Porque esses valores partem do princípio que TODOS os empregados que têm 60 anos e 40 anos de descontos iriam largar os seus empregos e pedir reforma antecipada.

Porque ignora que alguns que estejam desempregados e a receber subsídio de desemprego iriam substituir esse subsídio pela pensão.

Porque se trata de anular um corte na pensão a que têm DIREITO, face aos descontos que para ela efectuaram ao longo de 40 (quarenta) anos de trabalho!

Porque pensão mais alta paga mais IRS e IVA.

Para cúmulo, porque tal corte é praticamente um imposto, selectivo, e mais cruel do que qualquer outro porque se aplicará a todos – mesmo todos – os anos do resto da vida de muitos seres humanos, indefesos, em sofrimento.

Imposto agravado em governo Passos Coelho, mas que foi criado quando este Ministro tinha a mesma pasta em governo Sócrates!

http://www.jn.pt/nacional/interior/fim-dos-cortes-a-pessoas-com-60-anos-custa-mil-milhoes-8596387.html?utm_term=Tribunal+censurou+negocio+com+SIRESP+assinado+por+Costa&utm_campaign=Editorial&utm_source=e-goi&utm_medium=email

 


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s