Saída do procedimento por défice excessivo, 22-5-2017

Portugal deve sair do procedimento por défice excessivo, recomenda a União Europeia.

Afinal o diabo não apareceu, Maria Luís faria tudo “ao contrário” do que fez Centeno, etc, etc.

Mas agora Centeno conseguiu-o. E dizem que foi… por “ter continuado” as reformas de Passos!

O valor estatístico do défice já indicava saída, mas esta depende também de se entender ser sustentável. Ora, se o colégio de comissários o recomenda, é porque entende ser sustentável!

Mas não é essa a opinião de muitas “aves agoirentas” que opinaram, em especial na SIC.  Graça Franco até disse haver recomendações por “ameaça de outro colete de forças”. Ouvi as declarações dos comissários através da SIC mas não ouvi tal expressão. E, a meu ver, aparenta viver obcecada por entender que o PCP é papão e que é ele quem governa. Mas é muito requisitada para opinar na SIC.

Salgueiro disse não estar contente com a saída do défice por achar não ser sustentável. Por entender que tal se deveu ao turismo.

Sim, o turismo foi importante e até conta como “exportação”.

Mas esquecem que muitos milhares de portugueses viram repostos vencimentos e subsídio de férias. E que por tal muitos desses puderam e fizeram turismo!

E esquecem também que um dos atractivos para turismo de estrangeiros é o grau de paz social de Portugal. Mérito também da “geringonça” que apoia o Governo. Ou acharão que não?

Tavares, outro opinador da SIC e Expresso, declarou que os sacrificados foram os do sector privado e não os do Estado, porque foram eles que emigraram. Só que, se muitos emigraram por não terem cá emprego, muitos outros foi para ganharem mais do que cá conseguiam. E os privados que não emigraram, cá ficaram e mantiveram os seus salários, ao contrário dos servidores do Estado que, todos, mas mesmo todos, viram salários reduzidos? Não adianta tentar pôr portugueses contra portugueses!

Está mais do que provado que maioria absoluta é ditadura. E que ela não é indispensável para haver “governabilidade”.

Há ainda reformas por fazer? Passos, obcecado por os idosos “ganharem tanto”, continua e achar que a chave para reformar o País está no sistema de pensões! Reduzam-nas e Portugal passará a ser um “mar de rosas”!

As agências de rating ainda não se pronunciaram? Mas se por ora é “apenas” uma recomendação da Comissão! E as “aves agoirentas” portuguesas também não ajudam nada. Lembram-se da importância que davam à “imagem para os mercados”?

António José de Matos Nunes da Silva

Oeiras


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s