Ensino por temas, 23-3-2017

Vejo na comunicação social que o Ministério da Educação está pensando efectuar ensino por temas em regime experimental e nalgumas turmas, em vez do sistema que tem vigorado, de se frequentarem todas as disciplinas, ao longo de todo o ano lectivo.

Um exemplo, simplificado, mostrará em que consiste: Suponhamos que o curso tem 9 disciplinas. O aluno apreende com mais facilidade se, em vez de dispersar a sua atenção por 9 temas na mesma semana e ao longo de todo um ano, pensar só em 3 durante algum tempo, depois noutras 3 e no fim nas restantes 3. E até lhe alivia o peso diário da mochila. Havendo várias turmas, umas começam pelos temas A, outras pelos B e outras pelos C, de modo que os professore mantêm actividade durante todo o ano, mas com menos turmas a seu cargo simultaneamente.

O sistema de ensino por temas, não é para mim inédito. Porque já o introduzira, e com sucesso, em 1952, nos cursos de Armas Submarinas para oficiais, sargentos e praças da antiga Escola de Mecânicos da Armada, em Vila Franca de Xira.

António José de Matos Nunes da Silva

 

 


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s