Insegurança Social, 12-1-2017

Ouvi o Ministro da Segurança Social dizer que os pensionistas não sofreriam com o facto de irem receber este mês pensão menor devido a terem só meio duodécimo do subsídio de Natal, porque iriam receber o resto no fim do ano. No conjunto do ano, portanto, nada perdem.

Só que há milhões de pensionistas com pensão degradada. Uns por não terem acompanhado a inflação há mais de uma dezena de anos, outros por a verem fortemente penalizada logo de início por se terem visto forçados a pedirem antecipação de reforma de 1 ou 2 anos.

E já em Janeiro deste ano sentem aumento de bens essenciais, como a electricidade. E logo num mês em que, devido ao frio, o seu consumo necessitaria ser maior.

Só que o fornecedor da electricidade não fia até ao fim do ano. Se não conseguir pagar a factura do mês, cortam-lha! E, se o pensionista resolve não ligar aquecimento para reduzir a factura, arrisca-se à gripe e à pneumonia.

E note-se que esta degradação das pensões não é transitória. Porque, se nalgum ano, no futuro, tiverem actualização com a inflação, essa actualização não terá efeitos retroactivos, pelo que a degradação se perpetuará.

Mas, se a situação dos actuais pensionistas já é grave, pior irá ser para os jovens de hoje, devido à sua pensão vir a ser resultante da média dos descontos de 40 anos e neles se incluírem anos de desemprego e/ou de salários de miséria!

Isto não é Segurança Social mas sim Insegurança Social!

António José de Matos Nunes da Silva

 

 


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s