A esperança média de vida e idade de reforma, 28-7-2016

Jornal de Negócios online:

http://www.jornaldenegocios.pt/economia/justica/detalhe/mexida_na_idade_da_reforma_deixa_militares_em_alvoroco.html

Mexida na idade da reforma deixa militares em alvoroço

 

Meu comentário:

AJMNunesdaSilva 11:41

O que representa a indexação da idade de reforma à esperança média de vida?

Como sabemos, cada pessoa é um caso e a morte ou incapacidade não é igual para todos, mas… a matemática não pode errar e agora com o Excel ainda menos.

Por esse condicionante, actualmente, para a generalidade das pessoas, a idade de reforma é de 66 anos e 3 meses. Isto é, considera-se que quem exceder essa idade já não tem condições de trabalhar com o horário legal de trabalho.

Seja qual for o tipo de trabalho. E, no caso de militares, até nem há horário de trabalho. Se o serviço o exigir poderão estar a trabalhar, continuamente, até o corpo aguentar, na paz ou na guerra mesmo que defrontando inimigos na casa dos 20!

Mas se, no futuro, a medicina conseguir prolongar por mais alguns meses, ou até anos, a vida de acamados, embora sem saírem da situação de acamados, a matemática indicará que a esperança “média” de vida aumentou.

Logo, graças a tais acamados e à matemática, aumenta idade para reforma. E aqueles que hoje não considerados aptos para o trabalho, passariam a está-lo mais uns tempos!

Será que o ser humano é um algarismo?

António José de Matos Nunes da Silva

 


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s