Prepotência de Draghi e do Observador, 17-5-2016

O Observador online contém um artigo intitulado “Draghi diz que Constâncio e Nouy não têm de responder na comissão de inquérito ao Banif”.

Tentei colocar-lhe o meu comentário seguinte. Embora já lá tivesse comentários a outros artigos e estar identificado, o Observador alterou as regras para comentários e agora exige, além da minha identidade, saber quem são todas as pessoas dos meus círculos Google e endereços!

Voltamos à Inquisição ou à PIDE?

Claro que não acedi a tal exorbitância.

É este o comentário que lá pretendi colocar:

O BANIF era um banco Português, com sede em Portugal, estado soberano. Os seus accionistas ou quem o comprou serem ou não portugueses é irrelevante.

Do estrangeiro tomaram decisões sobre o seu destino e que implicaram vultuoso gasto do OE de Portugal.

Com a agravante desse gasto do OE poder até ser acrescido de sanções pecuniárias por défice excessivo.

E nem sequer têm de prestar contas dessa decisão aos órgãos de soberania de Portugal?

Acatamos humildemente a decisão do Presidente do BCE?

Para onde conduziram Portugal?

António José de Matos Nunes da Silva


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s