A crise bancária portuguesa, 26-2-2016

Expresso online:

http://expresso.sapo.pt/economia/2016-02-26-Se-me-der-um-endereco-na-lua-para-o-qual-se-possa-enviar-a-fatura-do-Novo-Banco-eu-mando-1

“Se me der um endereço na lua para o qual se possa enviar a fatura do Novo Banco, eu mando”

26.02.2016 às 16h17

Governador do Banco de Portugal diz que os contribuintes não vão pagar o Novo Banco, mas admite que irá ter custos para os outros bancos.

 

Meu comentário:

ajmnsilvahá 2 minutos

Está tudo encandeado. Não é a matemática que resolve o problema porque não sabe avaliar a reacção humana.

Os bancos vivem essencialmente de depósitos e de juros dos empréstimos.

Quando fomentaram o desemprego e os baixos salários e pensões claro que se reduziu drasticamente a capacidade de aforrar em depósitos. E os bancos até afugentam os pequenos depositantes, cobrando-lhes “despesas de manutenção de conta” (na era da informatização, que tanto automatiza!).

Quanto a empréstimos às pessoas, aumentou drasticamente a possibilidade de insolvência pela instabilidade de emprego e baixos rendimentos.

E algo semelhante se passa com empresas. Muitas empresas encerraram ou reduziram negócio por carência de clientes portugueses. Aumentou o turismo, mas é sobretudo sazonal e gasto em restauração. Acresce que muito se despende para atrair turismo e ninguém fez contas para se saber se o que se ganha é ou não superior ao que com ele se gasta.

Há exportação, porque ainda se conseguem clientes noutros países, mas não chega para dar todos os empregos necessitados. E a moda é até despedir, mesmo nas empresas que dão lucro, só para o aumentarem.

Com tanta redução de depósitos e de empréstimos fiáveis, são pois naturalíssimas as dificuldades bancárias.

Houve e há má gestão, mas a situação económica do País muito contribui para a actual fragilidade bancária.

António José de Matos Nunes da Silva

Oeiras

 


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s